Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2008

fim de semana à porta. planos? não fazer absolutamente nada. não cumprir objectivos definidos. ignorar propositadamente as médias aceitáveis de produção…

estou cansada. ando tristonha. quero um verdadeiro verão – coisa estranha, visto que nem sequer gosto muito de calor! – acompanhado de super bock e tremoços, caminhadas à beira-mar, e torcer o nariz quando tenho de comer alface.

… tirando isso… bem… tirando isso, tenho saudadinhas do meu amiguinho T, que agora está a trabalhar noutro departamente e, por isso, nem sequer conseguimos almoçar juntos, quero voltar a estar cansadissíma porque me fartei de trabalhar (e não porque tive de parecer muito atarefada!), e quero continuar com as minhas lições de russo e polaco…

Plano? não fazer a-b-s-o-l-u-t-a-m-e-n-t-e–n-a-d-a. tenho dito. humpf.

Read Full Post »

… música do dia…

A culpa não, não é do sol, se o meu corpo se queimar
A culpa não, não é do sol, se o meu corpo se queimar

A culpa é da vontade, que eu tenho de te abraçar

A culpa não, não é da praia, se o meu corpo se ferir
A culpa não, não é da praia, se o meu corpo se ferir

A culpa é da vontade, que tenho de te sentir

A culpa é da vontade, que vive dentro de mim, e só morre com a idade, com a idade do meu fim..
A culpa é da vontade..

A culpa não, não é do mar, se o meu olhar se perder
A culpa não, não é do mar, se o meu olhar se perder

A culpa é da vontade, que tenho de te ver,

A culpa não, não é do vento, se a minha voz se calar
A culpa não, não é do vento, se a minha voz se calar
A culpa é do lamento que sufoca o meu cantar

A culpa é da vontade, que vive dentro de mim, e só morre com a idade, com a idade do meu fim..

A culpa é da vontade, que vive dentro de mim, e só morre com a idade, com a idade do meu fim..

A culpa é da vontade
A culpa é da vontade
A culpa é da vontade
A culpa é da vontade

Read Full Post »

… o tempo passou rapidinho por aqui. faz hoje cinco meses (cinco!!!!!!) que cheguei… nos entretantos, já fui matar saudades da casinha portuguesa, e minha Mamã e a B. já aqui vieram fazer uma belíssima (e curtíssima, porque soube muito bem, mas a muito pouco) visita, já se têm em vista novas visitas, novas emoções à flor da pele… e a primeira imagem, do cinzento e da solidão, já se foi embora, para dar lugar a cada vez mais verdes e mais sorrisos. cinco meses passam rápido. demasiado rápido…

Read Full Post »

ando com algumas saudades de mim…

Read Full Post »