Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Dezembro, 2005

ok, ok…

… espero que o Novo Ano só traga coisas boas…. e muitas, porque se vamos pedir, então pedimos o máximo! ;)

Read Full Post »

Bem… elas continuam a aparecer por aí, por isso, aqui estão mais duas!…

V – Deixar a consciência de lado e parar de me auto-analisar de forma quase obsessiva… será que todos sentem que estão a ser analisados por uma sala a abarrotar de gente???? Biék…. It’s a freaky feeling….

VI – Arrumar com o stress…. olhar directamente nos olhos desse senhor e dizer-lhe: “Oh tu aí… faz favor de vir aqui para esta arena alucinante… e, já agora, prepara-te para morrer!!!” … Bem… é claro que não faço a mais pálida ideia de como acabar com o stress, mas aceito sugestões! ;) [E não me digam que trabalhar menos é solução… ] …

Read Full Post »

Ok. É o último dia do ano… andamos o dia todo a fazer de conta que estamos muito felizes, quando na verdade andamos a fazer contas à vida… fazemos meditações que nada têm de transcendental, e damos conta que não lemos todos os livros que queríamos, não escrevemos todas as cartas que deveríamos ter escrito (isso, e o raio da dissertação que continua paradota….), não nos rimos as vezes devidas, não bebemos para lá da conta o suficiente, não amamos o suficiente, enfim… um sem número de coisas…

…mas… no meio de tantas coisas (quase horrivelmente) deprimentes, eis senão quando…..

…se podem receber e-mails muito agradáveis de “bom ano”… especialmente quando eles chegam em …. italiano! ;)

Read Full Post »

Ora… parece que o raio da consciência não me deixou em paz durante muito tempo… há mais duas resoluções que se impõem – e, ou muito me engano, ou serão doze… para não deixarem sozinhos os meses do ano! ;)

III – Falar! Continuar a ser uma fala-barato, dizer as coisas mais estúpidas que me vêm à cabeça quando estou nervosa porque, no mínimo, falo! E falar pode fazer-nos tão bem!…

IV – Sorrir! Vou andar com cara de estúpida o ano inteiro, como se fumasse ganzas todos os dias… mas vou sorrir! Ah sorriso, aguarda-me! E mais nada!

Read Full Post »

De repente percebi que, a avaliar pelos últimos dias, nada corre da melhor maneira… ele são encontros (quase absurdamente) desastrosos, ele é o humor (quase estranhamente) insuportável, ele são as resoluções de ano novo que (para bem dos meus pecados!) não se atrevem a sair… enfim… quase uma desgraça…

… e, ainda por cima, a …sala de fumo… recusa-se a dar-me música… mas será normal?????

Read Full Post »


… e tudo por causa do “prazer da companhia”…

Read Full Post »

É certo e sabido que a minha famosa listinha de resoluções teria de aparecer, mais cedo ou mais tarde… Assim, para contentamento da minha muito massacrante consciência, aqui apresento as duas primeiras resoluções de ano novo:

I – Olhar profundamente quem merece ser olhado. Olhar intimamente, como se não tivesse nada a temer… até porque, de facto, não deveria ter…

II – Sentir uma paixão assolapada… porque as coisas e as pessoas que, de facto, valem a pena são aquelas que nos fazem sentir coisas avassaladoras…

Read Full Post »

Older Posts »